Febrafar simplifica acesso de lojas ao PBM

O objetivo dessa estratégia é dar melhor visibilidade aos PBMs para redes e lojas e garantir uma melhor experiência no balcão para todos que participam desse processo.

Estratégias de Programa de Benefício em Medicamentos (PBM) é hoje um grande diferencial para a fidelização de consumidores em uma farmácia. Para potencializar os resultados referentes a esse tema a Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) apresentou para as redes associadas e suas farmácias uma  novidade, um novo módulo de PBM no Orion, sistema que reúne as ferramentas da entidade em um único lugar. O objetivo dessa estratégia é dar melhor visibilidade aos PBMs para redes e lojas. E, dessa maneira, garantir uma melhor experiência no balcão para todos que participam desse processo.

Para as lojas essa nova sistemática proporciona vantagens significativas, nas quais, portanto, se destacam:

  • Sistema de consulta rápida de itens que fazem parte de PBM e suas regras de desconto.
  • Dá visibilidade aos programas disponíveis para adesão, seus benefícios e regras de como aderir.
  • Sinalização de quais lojas estão cadastradas ou não no programa.
  • Atalho para cadastro do paciente no programa.

“Nosso maior objetivo é melhorar a jornada do cliente na loja, para isso, após a solicitação do medicamento, recomendamos que a loja consulte o Orion e verifique se o produto possui algum desconto de laboratório e se a loja está habilitada no PBM”, explica Meire Ellen Aquino, da área comercial da Febrafar.

Vantagens aos clientes

Ela complementa que, depois desse passo o balconista pode, então, oferecer o desconto ao cliente e verificar se ele já possui cadastro no programa. Caso não tenha, se deve, então, utilizar o próprio Orion como atalho para acessar o site do laboratório e realizar o cadastro. Dessa maneira, então, feito esse processo na próxima compra, o cliente já estará habilitado no programa, sendo necessário apenas que a loja gere a autorização no sistema do provedor como processo padrão. Sendo assim um caminho para digitalizar ainda mais as lojas das redes.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!